O que causa a queda de cabelo? Conheça as principais causas

A perda de cabelo, para muitos indivíduos, está associada não somente à autoestima e à insegurança, mas, até mesmo, à depressão. Este problema pode abranger desde a diminuição da espessura do cabelo, recessão da linha capilar, até a perda completa de fios na parte superior e lateral superior da cabeça.

A queda de cabelo ocorre em mais de 60% da população masculina e em aproximadamente 10% da feminina. Apesar de a perda capilar aumentar o risco de danos ao couro cabeludo e de câncer de pele, a calvície é uma condição, com raras exceções, tratada de modo eletivo.

Principais causas da queda de cabelo 

A maior parte das perdas capilares está associada à idade e a mudanças hormonais, também podendo existir influência genética. Entretanto, há um grande número de indivíduos com alopecia (termo médico para a perda de cabelo) devido a uma doença subjacente sistêmica, oncológica, psiquiátrica ou infecciosa.

Abaixo estão citadas as principais causas da perda de cabelo:

  • Hereditariedade: a principal causa de perda de cabelo é a hereditária, seja ela masculina ou feminina. Esse padrão ocorre gradualmente com o avançar da idade de modo previsível, com o aumento das “entradas” nos homens e o afinamento do fio nas mulheres.
  • Mudanças hormonais e doenças: uma grande variedade de patologias pode acarretar perda de cabelo temporária ou permanente, incluindo mudanças hormonais durante a gestação, menopausa e problemas na tireoide. Também estão incluídos nesta categoria as infecções do couro cabeludo e condições psiquiátricas que possam levar o indivíduo a puxar o próprio cabelo (tricotilomania).
  • Medicamentos e suplementos: a perda capilar pode estar associada ao uso de fármacos que tenham como efeito colateral a alopecia. Alguns destes medicamentos incluem os utilizados para o tratamento do câncer, artrite, depressão, problemas cardíacos, gota e pressão alta. Após cessado o efeito do fármaco, o cabelo pode não crescer da mesma maneira que anteriormente.
  • Episódios de estresse elevado: indivíduos podem apresentar queda e afinamento do cabelo até muitos meses após um evento de choque físico ou emocional. Entretanto, esta perda capilar é temporária.
  • Tratamentos capilares e penteados: alguns penteados que puxam demais os fios, podem causar uma perda de cabelo denominada alopecia por tração. Tratamentos capilares que envolvam óleos quentes e outras substâncias tóxicas também podem causar queda devido à inflamação dos folículos capilares. Se houver formação de cicatriz sobre o local afetado, a calvície pode ser permanente.

Quais são os sintomas? 

A queda de cabelo pode manifestar-se de maneiras diversas dependendo da sua causa base. Esta perda pode ocorrer de forma gradual ou súbita e afetar somente os cabelos ou todos os pêlos do corpo. Além disso, a alopecia pode ser temporária ou permanente.

Algumas das principais maneiras que ocorre a alopecia são:

  • Diminuição gradual dos fios no topo da cabeça;
  • Surgimento de áreas circulares sem cabelo;
  • Perda súbita de cabelo;
  • Queda de pelos em todo o corpo;
  • Áreas calvas espalhadas pelo couro cabeludo.

Quando procurar o médico?

Agende uma consulta se existir incômodo relacionado à queda de cabelo e vontade de tratá-la. Converse com o seu médico se notar queda súbita, ou em tufos, enquanto lava ou escova os cabelos. A perda súbita de cabelos pode ser o sinal de alguma patologia subjacente que necessite de tratamento.

Quais os fatores de risco para a queda de cabelo?

Dentre os principais fatores podemos citar:

  • História familiar de calvície
  • Idade avançada
  • Perda de peso significante
  • Doenças como diabetes e lúpus
  • Estresse

Como prevenir a queda de cabelo?

A maior parte das calvícies são causadas por fatores genéticos, ou seja, não podem ser prevenidas. Entretanto, algumas dicas podem ajudar a evitar os tipos preveníveis de queda de cabelo.

  • Evitar penteados que tracionam o cabelo
  • Evitar enrolar, esfregar ou puxar os cabelos
  • Lavar e escovar gentilmente os cabelos
  • Evitar a realização de tratamentos rigorosos
  • Evitar medicamentos e suplementos que causem queda dos fios
  • Proteger o cabelo e o couro cabeludo do sol e outras fontes de ultravioleta
  • Cessar o tabagismo

Gostou do conteúdo? Aproveite para curtir a página da Hilab no Instagram! 

Referências Bibliográficas:

Medscape. Androgenetic Alopecia. Disponível em:<https://emedicine.medscape.com/article/1070167-overview>. Acesso em: 18 de outubro de 2019.

Medscape. Hair Transplantation. Disponível em:<https://emedicine.medscape.com/article/839753-overview>. Acesso em: 18 de outubro de 2019.

Mayo Clinic. Hair loss. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/hair-loss/symptoms-causes/syc-20372926>. 23 de outubro de 2019.

Medscape. Not-to-Miss Diseases Presenting as Hair Loss: Slideshow. Disponível em:<https://reference.medscape.com/features/slideshow/hair-loss>. Acesso em: 18 de outubro de 2019.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Somos o laboratório pioneiro em testes laboratoriais remotos no Brasil. Criamos tecnologia diagnóstica de ponta com a missão de democratizar a saúde. Nosso time é composto por especialistas na área de saúde, tecnologia e epidemiologia, comprometidos em disponibilizar informações sobre saúde e tecnologia diagnóstica de maneira responsável e segura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *