Pressão alta: como evitar a hipertensão arterial?

pressão alta: dia nacional de combate a hipertensão

No dia 26 de abril é comemorado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Você sabia que essa doença, popularmente conhecida como pressão alta, atinge 36 milhões de brasileiros, contribuindo direta ou indiretamente para 50% das mortes por doenças do coração, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia?

Para saber mais acompanhe este artigo e descubra o que você pode fazer para evitá-la.

O que é a hipertensão arterial?

É uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ocorre quando a pressão está acima dos níveis considerados normais. Em média, a pressão considerada normal é máxima em 120 e mínima em 80 mm de mercúrio, ou seja, 12 por 8.

Quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (14 por 9), temos a pressão alta.

Quais são os sintomas?

Geralmente a doença não apresenta sintomas. O sinais costumam aparecer somente quando a pressão sobe muito e incluem, por exemplo:

  • Dor de cabeça,
  • Tonturas,
  • Zumbido no ouvido,
  • Visão embaçada, entre outros.

Quais são as complicações?

Quando não tratada, a pressão alta pode ocasionar doenças do coração como o infarto e a insuficiência cardíaca, além de insuficiência renal, alterações na visão e acidente vascular cerebral (AVC).

Quais são os principais fatores de risco?

  • Idade – A idade é um fator de risco importante. No Brasil, mais de 60% dos idosos têm pressão alta.
  • Excesso de peso e obesidade – Segundo o Ministério da Saúde, aproximadamente 70% dos homens e 61% das mulheres com hipertensão são obesos.
  • Ingestão de sal em excesso – O consumo de sódio é um dos principais fatores de risco para a ocorrência das doenças cardiovasculares.
  • Ingestão de álcool – O consumo excessivo de bebidas alcoólicas aumenta a pressão arterial.
  • Sedentarismo – Contribui para a elevação da pressão arterial.

O que fazer para evitar a hipertensão arterial?

Para prevenir a doença, vale a mesma recomendação para evitar as doenças do coração, ou seja, pratique exercícios físicos e cuide da sua alimentação:

  • Adote uma dieta rica em frutas, verduras, cereais integrais e laticínios com baixo teor de gordura e fique longe dos alimentos ultraprocessados. Você pode adotar a Alimentação Cardioprotetora, especialmente desenvolvida para pessoas que têm fatores de risco para doenças cardiovasculares.
  • Não fume. O cigarro dificulta a circulação do sangue.
  • Evite o estresse. O estresse aumenta a pressão arterial.
  • Pratique atividade física.

Como vimos, a hipertensão é um fator de risco, na verdade o principal, para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Se você não sabe como está a sua pressão, procure a farmácia mais próxima para fazer uma avaliação.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Somos o laboratório pioneiro em testes laboratoriais remotos no Brasil. Criamos tecnologia diagnóstica de ponta com a missão de democratizar a saúde. Nosso time é composto por especialistas na área de saúde, tecnologia e epidemiologia, comprometidos em disponibilizar informações sobre saúde e tecnologia diagnóstica de maneira responsável e segura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá, precisa de alguma informação?

Vamos conversar!