Home > Campanha para prevenção de diabetes ou câncer de próstata? Entenda a polêmica do Novembro Azul.

Campanha para prevenção de diabetes ou câncer de próstata? Entenda a polêmica do Novembro Azul.

Você sabe a origem do novembro azul? Confira no texto as diferentes razões por trás dessa campanha e entenda os motivos da sua polêmica.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

No Brasil, o mês de novembro vêm sendo dedicado para conscientizar a respeito da prevenção do câncer de próstata, o segundo tipo de câncer mais comum dentre os homens brasileiros. 

Essa campanha é conhecida como Novembro Azul, promovida principalmente pelo Instituto Lado a Lado pela Vida. Além da prevenção do câncer, a ação se preocupa por conscientizar a respeito dos exames preventivos e aproveita a ocasião para promover a saúde do homem em geral.

Apesar das excelentes iniciativas, há controvérsias entre os profissionais de saúde sobre o novembro azul. Acompanhe o texto e entenda os motivos.

O novembro azul da diabetes


Originalmente, a campanha de novembro azul existe em combate à diabetes mellitus, ao ampliar a visibilidade causada pelo Dia Mundial da Diabetes, criado em 14 de novembro de 1991 pela Federação Internacional de Diabetes. 

Desde lá, essa campanha é representada por um círculo azul, que significa a união global na luta contra a diabetes. Esse símbolo transmite a importância de uma intensa colaboração para reverter essa epidemia mundial, que já atinge em torno de 462 milhões de pessoas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Classificada pela Organização Mundial da Saúde como a sétima das 10 principais causas de morte no mundo, a recorrência mundial desta doença justifica a grande necessidade das campanhas de prevenção. A informação é o primeiro passo para a educar população sobre os perigos da diabetes e como se prevenir.

Controvérsias no rastreio do câncer de próstata


Durante a investigação médica do câncer de próstata, são utilizados para o rastreio o exame do toque retal e exames de sangue laboratoriais, que podem adiantar o diagnóstico e o procedimento cirúrgico. 

A utilização dos exames para o rastreamento populacional gera muitas controvérsias entre a classe médica. Isso porque muitas evidências científicas contraindicam a realização do PSA de rotina, pois são poucos os benefícios que essa prática traz ao paciente. 

Os exames em si não possuem riscos, mas os seus resultados podem detectar um câncer que possui baixa gravidade ou até mesmo indicar uma falsa presença de tumores malignos. De qualquer maneira, um resultado positivo pode direcionar esses pacientes para o procedimento de retirada total da próstata, a polêmica prostatectomia.

O que acontece se o homem retira a próstata?


Após a prostatectomia, o paciente passa por um alto risco de desenvolver incontinência urinária e impotência sexual permanentes. Além disso, há evidências de que esse procedimento radical não consegue impedir a taxa de mortalidade da doença.

Por isso os testes de rotina são controversos, já que o rastreio induz mais homens a descobrir o câncer de próstata e viver com as consequências da cirurgia de retirada. Ao solicitar a realização dos exames, os pacientes precisam ser informados de todos os riscos e benefícios do rastreamento, para que possam medir os fatores que vão interferir em sua qualidade de vida. 

Em contrapartida, o exame de PSA pode ser realizado para o controle da saúde da próstata em pacientes diagnosticados com hiperplasia prostática benigna.

Afinal, sobre o que é o Novembro Azul?


Mês de prevenção ao câncer de próstata ou mês do diabetes? O que acontece é um desencontro entre as campanhas de conscientização em cada país.

Internacionalmente, a campanha de alerta ao câncer de próstata é feita com o Setembro Azul. Mas no Brasil, setembro é o mês em que já acontecem duas campanhas de prevenção simultâneas: o Setembro Amarelo, em combate ao suicídio, e o Setembro Vermelho, que promove a saúde do coração.

Ao contrário do câncer de próstata, o diabetes apresenta riscos para pessoas de todas as idades, etnias e gêneros. E ainda existe peso na necessidade de conscientizar sobre o seu diagnóstico, já que metade da população que convive com diabetes ainda não sabe que possui a doença crônica.

Também é compreensível a alta incidência de pessoas com diabetes, já que hábitos alimentares ricos em comidas industrializadas, carboidratos e açúcares e o sedentarismo, que são tão comuns entre o estilo de vida moderno, favorecem o surgimento dessa condição.

Claramente, ambas as questões ameaçam o avanço econômico e a qualidade de vida das pessoas. Por isso acreditamos no apoio das organizações, instituições e no acesso à informação sobre cuidados preventivos trazidos pelas campanhas de novembro azul. 

O novembro azul pode ter diversos tons! Os temas, mesmo que diferentes, são de importante discussão e toda informação incentiva as pessoas a agirem no controle da própria saúde.

Fique bem informado sobre saúde em qualquer período do ano! Acesse o nosso blog para mais conteúdos.

Referências bibliográficas

Agência Nacional de Saúde Suplementar. Novembro Azul: mês de conscientização sobre a saúde do homem.  Disponível em: <http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/sobre-a-ans/6016-novembro-azul-mes-de-conscientizacao-sobre-a-saude-do-homem> Acesso em: 16/11/2020.

Instituto Lado a Lado pela Vida. Diabetes – Novembro Azul. Disponível em: <https://www.ladoaladopelavida.org.br/diabetes-novembro-azul> Acesso em: 16/11/2020.

Instituto Nacional de Câncer. No Novembro Azul, INCA e Ministério da Saúde alertam para a saúde do homem. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/noticias/no-novembro-azul-inca-e-ministerio-da-saude-alertam-para-saude-do-homem> Acesso em: 16/11/2020.

Organização Pan-Americana de Saúde. 10 principais causas de morte no mundo. Disponível em: <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5638:10-principais-causas-de-morte-no-mundo&Itemid=0> Acesso em: 16/11/2020.

Sociedade Brasileira de Diabetes. Novembro Azul, do Diabetes ou da Próstata? Disponível em: <https://www.diabetes.org.br/publico/tribuna-livre/1194-novembro-azul-do-diabetes-ou-da-prostata> Acesso em: 16/11/2020.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Números do Diabetes no Mundo. Disponível em: <https://www.endocrino.org.br/numeros-do-diabetes-no-mundo/> Acesso em: 16/11/2020.

TelessaúdeRS. Por que o novembro azul traz tanta polêmica? Disponível em: <https://www.ufrgs.br/telessauders/noticias/por-que-o-novembro-azul-traz-tanta-polemica/> Acesso em: 16/11/2020.

GOSTOU DO ARTIGO? AVALIE

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

COMPARTILHE ESTE POST NAS REDES
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Fique por dentro de todas as novidades sobre saúde e mercado laboratorial. Assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo!

RELACIONADOS
Fique por dentro de todas as novidades sobre saúde e mercado laboratorial.
Assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo!