O que é a revisão da medicação? Entenda a importância

Revisão da medicação

A revisão da medicação (RDM) é um serviço farmacêutico que visa melhorar o uso de medicamentos e a adesão ao tratamento.

Por meio desse serviço, o farmacêutico faz o ajuste do regime terapêutico e detecta reações adversas, além de contribuir para que o paciente tenha mais conhecimento sobre os medicamentos que está fazendo uso. Visando a resolução de problemas, o profissional também se comunica com o médico.

Para que o paciente atinja os objetivos pretendidos pela RDM, a revisão utiliza a educação em saúde e o aconselhamento ao paciente.

Como fazer a revisão da medicação?

Primeiramente, o paciente deve levar para a consulta farmacêutica todos os medicamentos. Isso inclui não somente aqueles prescritos pelo médico, como também os utilizados para automedicação e os fitoterápicos.

Com isso, o farmacêutico consegue avaliar todas as interações medicamentosas e reações adversas dos medicamentos e estimula o paciente a seguir o tratamento corretamente.

Para orientá-lo da melhor forma, é importante avaliar se o paciente é um aderente involuntário ou um aderente voluntário. O aderente involuntário é aquele que não utiliza os medicamentos adequadamente geralmente por não ter entendido muito bem as instruções dos médicos.

Já o aderente voluntário é aquele que decide não tomar os medicamentos. Essa decisão pode estar relacionada à reações adversas dos medicamentos e uma série de outros fatores.

Os dois perfis de pacientes são beneficiados pela revisão da medicação. Ao final da consulta, o paciente recebe uma lista completa atualizada de todos os medicamentos.

Vantagens para o paciente

De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 70% dos pacientes com pressão alta, diabetes ou dislipidemias não conseguem controlar suas doenças, mesmo tendo o diagnóstico e a prescrição do  médico. Diversos estudos já identificaram que a baixa adesão ao tratamento é a principal causa de controle insatisfatório da pressão arterial.

Hoje, as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) são responsáveis por grande parte dos óbitos na maioria dos países em desenvolvimento.

Segundo o Conselho Federal de Farmácia, os erros da medicação são problemas de saúde pública tão importantes que a Organização Mundial da Saúde lançou, há alguns anos um Desafio Global com vista à redução deste problema.

Vantagens para a farmácia

A revisão da medicação gera um grande impacto para o paciente.

Juntamente com outros serviços farmacêuticos, é importante para consolidar a sua farmácia como um estabelecimento de saúde, uma vez que o cliente não buscará o estabelecimento apenas para comprar medicamentos mas também para resolver os problemas de saúde a eles relacionados.

Gostou do conteúdo? Aproveite para conhecer o Hilab. Complemente seus serviços farmacêuticos oferecendo exames rápidos com resultado em apenas 15 minutos.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Micheli Pecharki

Micheli Pecharki

Micheli é Bióloga e coordenadora de conteúdos na Hilab. Acredita que transformar o conhecimento técnico em algo acessível é essencial para que as pessoas saibam como cuidar mais da própria saúde e vivam, assim, com mais qualidade de vida. É apaixonada por cachorros e escrever e nas horas vagas gosta de estar em contato com a natureza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá, precisa de alguma informação?

Vamos conversar!