Exame de Anti-HCV: detecção da Hepatite C

Entenda como funciona e por que fazer o exame imunocromatográfico que avalia se o indivíduo está imune ao vírus da Hepatite C.

Hepatite C: uma doença silenciosa que prejudica o fígado

A Hepatite C aguda apresenta, em geral, evolução subclínica. Ou seja, a maior parte dos pacientes não desenvolve sintomas, o que dificulta o diagnóstico. Normalmente, a doença somente é descoberta em sua fase crônica.

Como funciona o exame da Hilab?

O Teste Laboratorial Remoto Anti-HCV Hilab é um imunoensaio cromatográfico para detecção qualitativa de anticorpos contra o vírus da Hepatite C em amostras de sangue total obtidas por punção digital, um método rápido e indolor.

O resultado da reação da amostra com a tira de testagem é digitalizado e enviado para o laboratório de análises clínicas Hilab, onde um especialista e nossa inteligência artificial verificam o resultado e enviam o laudo assinado via e-mail e SMS.

O exame é recomendado para pacientes com suspeita de infecção pelo vírus da Hepatite C (HCV), um vírus transmitido principalmente por meio do contato com sangue contaminado.

Os anticorpos Anti-HCV são importantes para caracterizar contato prévio com o vírus da Hepatite C, principalmente em pacientes com idade superior a 40 anos, uma vez que a maior concentração de casos da doença está entre a população com 40 anos ou mais.

Quem deve realizar o exame de Anti-HCV?

Segundo o Ministério da Saúde, existem grupos que devem ser testados de forma periódica, no mínimo uma vez ao ano ou em intervalo menor, se indicado:

De acordo com o protocolo também devem ser testadas uma única vez pessoas com idade igual ou superior a 40 anos, pacientes ou profissionais de saúde que tenham frequentado ambientes de hemodiálise em qualquer época, pacientes com diabetes, entre outros.

Informações Técnicas

Analitos detectados: Anticorpos contra o vírus da Hepatite C.
Método: Imunocromatografia.
Tipo de Amostra: Sangue total, soro ou plasma.
Tempo total até a liberação do laudo: 20 minutos.
Especificidade: > 99%
Sensibilidade: > 99%

Orientações para antes de fazer o exame

Para realizar o exame é necessário que o paciente leve um documento oficial com foto.

Como interpretar o resultado do exame de Anti-HCV?

Não reagente

Indica ausência de anticorpos contra o vírus da Hepatite C. No entanto, é importante considerar a janela imunológica. O exame Anti-HCV Hilab detecta a infecção 30 dias após o contágio. Caso a suspeita persista, é necessário repetir o exame.

Reagente

Indica que houve contato prévio com o vírus. Uma vez que não é possível diferenciar, com os testes de triagem, os casos de cura dos crônicos (quando a infecção persiste por mais de 6 meses), o paciente deve procurar um centro de saúde para realizar um exame de biologia molecular.

Atenção: este exame não substitui um diagnóstico médico e o laudo deve ser levado para avaliação.

Contrate ou faça um exame de Anti-HCV

Se interessou em oferecer o exame de Anti-HCV ou quer encontrar o local mais próximo para fazer o exame? Vai de Hilab!

Perguntas frequentes sobre Hepatite C

O que é Hepatite C?

A Hepatite C é uma infecção causada pelo vírus C da hepatite (HCV). Diferente da Hepatite B, não é considerada uma Infecção Sexualmente Transmissível, uma vez que a transmissão sexual do HCV é pouco frequente. No entanto, entre homens que fazem sexo com homens (HSH) e na presença da infecção pelo HIV, a via sexual deve ser considerada para a transmissão do HCV.

Como é feito o diagnóstico clínico da Hepatite C?

A maior parte dos casos não apresenta sintomas. Quando estes estão presentes, são inespecíficos como: anorexia, mal-estar e dor abdominal.

Como evitar a infecção?

Não existe vacina contra a Hepatite C. Desta forma, para se prevenir, é preciso tomar alguns cuidados como:

- Não compartilhar escovas de dentes, lâminas, tesouras ou outros objetos de uso pessoal;
- Não compartilhar seringas e outros objetos perfuro-cortantes;
- Usar preservativos nas relações sexuais.

Como é feito o tratamento da Hepatite C

O tratamento da Hepatite C depende do tipo do vírus e do comprometimento do fígado. Por isso, é necessário realizar um exame de triagem e, caso o resultado seja reagente (positivo), procurar um centro de saúde para realizar exames específicos, como biópsia do fígado nos pacientes sem evidências clínicas de cirrose e exames de biologia molecular. Existem centros de assistência do Sistema Único de Saúde que disponibilizam tratamento para a Hepatite C em todos os estados do país.

1 Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite C e Coinfecções / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. – Brasília : Ministério da Saúde, 2019. 68 p.