Coronavírus: Quando procurar atendimento médico?

Tosse seca, fadiga e febre costumam ser os sintomas mais frequentes da COVID-19. No entanto, nem sempre é necessário procurar um pronto socorro. Segundo orientações do Ministério da Saúde, você deve ir ao hospital caso esteja com sintomas mais graves como febre alta e dificuldade respiratória.

Leia o artigo e saiba o que você pode fazer em caso de suspeita de infecção pelo novo Coronavírus.

Quem deve procurar hospital por suspeita de COVID-19? 

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) recomenda que as pessoas que estejam com “síndrome gripal” (com um sintoma respiratório E febre por mais de 24 horas) OU que estejam com dificuldade para respirar, mesmo que sem febre, procurem atendimento médico.

Já as pessoas que apresentam sintomas leves devem permanecer em isolamento domiciliar por no mínimo 14 dias, mesmo que não tenham feito o exame para detectar a possível infecção por COVID-19.

Essa recomendação tem o intuito de evitar a sobrecarga do sistema de saúde, além de evitar também, que essa pessoa seja contaminada com o novo coronavírus caso não esteja infectada.

Como o meu caso pode ser acompanhado? 

Para fazer uma avaliação dos seus sintomas e ser acompanhado por uma equipe de profissionais de saúde, ligue 136 que é o número do serviço de teleconsulta do Sistema Único de Saúde.

Nesse canal, você receberá, dos profissionais da saúde, orientações sobre o que deve ser feito no seu caso.

Uma outra alternativa é verificar se, na sua cidade, existe a possibilidade de fazer uma videoconsulta para a COVID-19. Curitiba foi a primeira capital a oferecer esse tipo de atendimento para pacientes com suspeita da doença. Para realizar o atendimento, a pessoa deve passar por uma triagem, ligando para o número 3350-9000.

A prefeitura de Vitória também adotou uma estratégia semelhante, na qual enfermeiros realizam uma triagem e encaminham os casos para médicos. O atendimento funciona todos os dias da semana das 8h às 22h, basta ligar 156. É necessário estar em Vitória para fazer essa ligação.

Sou um caso suspeito de COVID. O que devo fazer? Quais são as recomendações?  

Os seus sintomas devem ser monitorados. Ligue 136. Nesse canal, você receberá as orientações em relação ao que deve ser feito em caso de agravamento dos sintomas.

Além disso, você também deve:

– Ficar em isolamento domiciliar por, no mínimo, 14 dias, a partir da data de início dos sintomas. O isolamento é a medida mais efetiva para evitar a disseminação do novo coronavírus para outras pessoas.

– As pessoas que moram com você também devem entrar em isolamento assim como monitorar os sintomas. Caso outro familiar da casa inicie os sintomas leves, ele deve reiniciar o isolamento de 14 dias. Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, ele deve procurar orientação médica imediatamente.

– Utilizar máscara o tempo todo, cobrindo o nariz, a boca e o queixo;

– Lavar bem as mãos com água e sabão ou utilize álcool 70%.

– Separar toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso.

– Depois de usar o banheiro, lavar bem as mãos com água e sabão e sempre limpar o vaso, a pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária para desinfecção do ambiente.

– O lixo produzido precisa ser separado e descartado. Os lenços utilizados devem ser descartados imediatamente após o uso.

– Sofás e cadeiras também não podem ser compartilhados e precisam ser limpos frequentemente com água sanitária ou álcool 70%. Limpar também maçanetas e os locais que são tocados frequentemente.

– Se possível, manter a distância mínima de 1 metro entre o você e os demais moradores da sua casa.

Tirou suas dúvidas sobre quando procurar atendimento médico em caso de suspeita de coronavírus? Deixe sua resposta nos comentários e aproveite para se manter atualizado curtindo o Instagram do Hilab.

Referências bibliográficas:

Ministério da Saúde. Ministério da Saúde já atendeu 471,6 mil pessoas à distância. Disponível em: <https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46675-ministerio-da-saude-ja-atendeu-471-6-mil-pessoas-a-distancia> Acesso em: 15 de maio de 2020.

Prefeitura Municipal de Curitiba. Curitiba é a primeira capital do Brasil a oferecer videoconsulta para covid-19. Disponível em: <https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/curitiba-e-a-primeira-capital-do-brasil-a-oferecer-videoconsulta-para-covid-19/55450>. Acesso em: 15 de maio de 2020.

Sociedade Brasileira de Infectologia. Informe da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) sobre o novo Coronavírus nº 10 – Perguntas e respostas para Profissionais da Saúde e para o Público Geral. Disponível em: <https://www.infectologia.org.br/admin/zcloud/125/2020/03/a10bbe8ddf9cde769147d60d71b6167070428492465e82ee96bdf67f8d20a011.pdf>. Acesso em: 15 de maio de 2020.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Laboratório de Análises Clínicas Hilab

Somos o laboratório pioneiro em testes laboratoriais remotos no Brasil. Criamos tecnologia diagnóstica de ponta com a missão de democratizar a saúde. Nosso time é composto por especialistas na área de saúde, tecnologia e epidemiologia, comprometidos em disponibilizar informações sobre saúde e tecnologia diagnóstica de maneira responsável e segura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá, precisa de alguma informação?

Vamos conversar!