Home > Exames > Marcadores Cardíacos

Exame de Marcadores Cardíacos: o exame que auxilia no diagnóstico de infarto

Entenda como funciona o Teste Laboratorial Remoto que faz a determinação qualitativa de Troponina I, CK-MB e Mioglobina em amostras de sangue total, indicado para auxiliar no diagnóstico de infarto agudo do miocárdio.

Doenças cardiovasculares: a principal causa de morte no mundo

Doenças cardiovasculares (DCVs) são responsáveis por afetar o coração e os vasos sanguíneos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Doença Cardíaca Coronariana, que inclui o infarto agudo do miocárdio (IAM) e a doença aterosclerótica, são a principal causa de óbito por DCV. O ataque cardíaco é causado principalmente pelo bloqueio de sangue para o coração, sendo a razão mais comum para esse bloqueio o acúmulo de gordura nas paredes internas dos vasos sanguíneos que irrigam o coração.

Como funciona o exame de Marcadores Cardíacos da Hilab?

O Teste Laboratorial Remoto Hilab de Marcadores Cardíacos é um imunoensaio imunocromatográfico que faz a detecção qualitativa de Troponina I, CK-MB e Mioglobina em amostras de sangue total, obtidas por punção digital, um método rápido e indolor.

O resultado da reação da amostra com a tira de testagem é digitalizado e enviado para o laboratório de análises clínicas Hilab, onde um especialista e nossa inteligência artificial verificam o resultado e enviam o laudo assinado via e-mail e SMS.

Os biomarcadores avaliados pelo exame são úteis para auxiliar no diagnóstico de infarto agudo do miocárdio, uma vez que problemas no miocárdio podem ser detectados quando há elevação de biomarcadores sensíveis e específicos, como troponina e CK-MB.

Quem deve realizar
o exame de Marcadores Cardíacos?

O exame é recomendado para pessoas com suspeita de infarto agudo do miocárdio.

Informações Técnicas

Analitos detectados: Troponina I, CK-MB e Mioglobina
Método: Imunocromatografia
Tipo de Amostra: Sangue total
Tempo total até a liberação do laudo: 20 minutos

Troponina I
Especificidade: 98,9%
Sensibilidade: 98,8%

CK-MB
Especificidade: 99,4%
Sensibilidade: 99,9%

Mioglobina
Especificidade: 97,8%
Sensibilidade: 99,9%

Orientações para antes de fazer o exame

  • Não é necessário estar em jejum.
  • Para realizar o exame de Marcadores Cardíacos Hilab é necessário que o paciente leve um documento oficial com foto.

Como interpretar o resultado do exame de Marcadores Cardíacos?

Você receberá o laudo digital assinado do exame por e-mail e SMS

Troponina I Reagente

Este resultado sugere que os níveis de Troponina I estão acima de 0,5 ng/mL.

CK-MB Reagente

Este resultado sugere que os níveis de CK-MB estão acima de 5 ng/mL.

Mioglobina Reagente

Este resultado sugere que os níveis de Mioglobina estão acima de 50 ng/mL.

Troponina I não reagente

Este resultado sugere que os níveis de Troponina I estão abaixo de 0,5 ng/mL.

CK-MB não reagente

Este resultado sugere que os níveis de CK-MB estão abaixo de 5 ng/mL.

Mioglobina não reagente

Este resultado sugere que os níveis de Mioglobina estão abaixo de 50 ng/mL.

O resultado esperado é “Troponina I não reagente”, “CK-MB não reagente” e “Mioglobina não reagente” para pacientes que não apresentam danos nas células do miocárdio proveniente ou não de um infarto agudo do miocárdio.

Atenção: este exame não substitui um diagnóstico médico e o laudo deve ser avaliado.

Como interpretar o resultado do exame de Marcadores Cardíacos?

Você receberá o laudo digital assinado do exame por e-mail e SMS.

Troponina I Reagente

Este resultado sugere que os níveis de Troponina I estão acima de 0,5 ng/mL.

CK-MB Reagente

Este resultado sugere que os níveis de CK-MB estão acima de 5 ng/mL.

Mioglobina Reagente

Este resultado sugere que os níveis de Mioglobina estão acima de 50 ng/mL.

Troponina I não reagente

Este resultado sugere que os níveis de Troponina I estão abaixo de 0,5 ng/mL.

CK-MB não reagente

Este resultado sugere que os níveis de CK-MB estão abaixo de 5 ng/mL.

Mioglobina não reagente

Este resultado sugere que os níveis de Mioglobina estão abaixo de 50 ng/mL.

O resultado esperado é “Troponina I não reagente”, “CK-MB não reagente” e “Mioglobina não reagente” para pacientes que não apresentam danos nas células do miocárdio proveniente ou não de um infarto agudo do miocárdio.

Atenção: este exame não substitui um diagnóstico médico e o laudo deve ser avaliado.

Contrate ou faça um exame de Marcadores Cardíacos

Se interessou em oferecer o exame de marcadores cardíacos ou quer encontrar o local mais próximo para fazer o exame? Vai de Hilab!

Perguntas frequentes sobre marcadores cardíacos

O que é infarto agudo do miocárdio (IAM)?

O infarto é definido patologicamente como morte celular devido à isquemia (falta de fornecimento sanguíneo para o tecido) prolongada.

Quais exames podem indicar algum problema no miocárdio?

Um problema no miocárdio é detectado quando há elevação de biomarcadores sensíveis e específicos, como troponina e CK-MB.

Quais são os sintomas do IAM?

Os principais sinais incluem:

- Dor ou desconforto no centro do peito.
- Dor ou desconforto nos braços, no ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou costas.

Além desses, a pessoa também pode apresentar dificuldade para respirar; náuseas e vômitos; sensação de desmaio; sudorese fria; palidez. Mulheres apresentam, mais comumente, sinais como: dificuldade para respirar, náuseas, vômitos, dor nas costas e na região da mandíbula.

O que é Troponina I?

As troponinas são proteínas reguladoras que fazem parte do sistema contrátil do tecido muscular esquelético e cardíaco. O complexo troponina é composto por três subunidades: a Troponina T (TnTc), a Troponina I (TnIc) e a troponina C.

O nível elevado de Troponina I pode chegar a 50 ng/mL nas 60-80 horas após o IAM e permanecer detectável por até 10 dias pós-IAM. Portanto, a cTnI em circulação é um marcador específico e sensível para o infarto agudo do miocárdio (IAM).

O que é CK-MB?

A fração MB da creatinofosfoquinase (CK-MB) é um marcador utilizado para auxiliar no diagnóstico do IAM, porém, comparada com as troponinas cardíacas, é um marcador menos sensível e específico, pois nem todos os casos confirmados de IAM, a CK-MB está elevada.

Podem ser detectados níveis baixos de CK-MB circulantes e níveis elevados em condições como: lesões do músculo esquelético e liso, hemodiálise, problemas renais, terapias medicamentosas, através de injeções intramusculares e outras desordens cardíacas como desfibrilação, insuficiência coronária e fibrilação auricular crônica.

O que é Mioglobina?

A mioglobina é uma hemoproteína citoplasmática que transporta oxigênio de baixo peso molecular. É encontrada no músculo cardíaco e no músculo esquelético. Por não ser cardioespecífico, esse marcador é importante para a detecção de infarto agudo do miocárdio nas primeiras horas de evolução.

Em pacientes que apresentam alterações que dificultam o diagnóstico de IAM, a mioglobina é um excelente marcador para afastar esse diagnóstico uma vez que apresenta elevado valor preditivo negativo.

1Naghavi M, Wang H, Lozano R, Davis A, Liang X, Zhou M, et al; GBD 2013. Mortality and Causes of Death Collaborators. Global, regional, and national age-sex specific all-cause and cause-specific mortality for 240 causes of death, 1990-2013: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2013. Lancet. 2015;385(9963):117-71.

2World Health Organization (WHO). Cardiovascular diseases (CVDs). Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/cardiovascular-diseases-(cvds). Acesso em: 04 de agosto de 2021.

Olá, precisa de alguma informação?

Vamos conversar!