Evite o no-show de pacientes na sua clínica com essas 5 dicas

Médica no consultório, feliz com pontualidade do paciente

Quem trabalha na saúde sem dúvida já percebeu como as taxas de no-show dos pacientes são altas. O absenteísmo é um problema crônico, que gera desperdício tanto no sistema de saúde público quanto em atendimentos particulares.

Um estudo publicado pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), divulgado em 2019, mostrou que de 2014 a 2016 foram desperdiçados mais de R$ 18 milhões com as faltas de pacientes em consultas e exames.

Segundo a pesquisa, a taxa média de absenteísmo para consultas é de 38,6%. Já o não comparecimento a exames registra uma média de 32% em relação aos agendamentos. 

Portanto, não é exagero afirmar que o no-show de pacientes pode tornar-se um problema sério para a gestão financeira de clínicas, consultórios e demais estabelecimentos de saúde.

Embora o paciente possa deixar de comparecer à uma consulta por diversas razões, é possível evitar o problema. Nesse sentido, trazemos algumas dicas que podem ajudar na redução das taxas de no-show em clínicas e consultórios. Confira a seguir!

1. Envie lembretes por meio dos canais de comunicação

Estima-se que mais da metade dos casos de não comparecimento em consultas médicas ocorrem simplesmente por esquecimento dos pacientes. Ou seja, o médico deve lembrá-los do que foi acordado para mitigar faltas.

Para fazer isso, tenha diferentes canais de comunicação para contactar seus pacientes. Utilize o WhatsApp (que pode disparar mensagens automáticas quando são utilizadas contas comerciais), ou mesmo o bom e velho SMS para confirmar suas consultas. E-mails também podem ser úteis, bem como uma ligação telefônica no dia anterior.

O importante é utilizar o contato não só para relembrar o paciente do horário da consulta, mas também para solicitar uma confirmação de presença. Cria-se um gatilho: ao confirmar a presença, o paciente sente-se impelido a comparecer e tem menos chances de faltar.

2. Invista em tecnologias

Em alguns casos, a culpa do não comparecimento é do paciente, mas também existem casos em que erros internos acabam ocasionando faltas na consulta médica. 

A saída, nesse caso, pode ser investir em um softwares de agendamentos, que organizam a agenda de todo o corpo clínico de maneira automatizada. Algumas destas ferramentas podem ser atualizadas até pelo celular, e também são capazes de disparar lembretes automáticos para médicos e pacientes. 

A tecnologia também pode ser implementada para tornar as consultas mais eficientes. Com os exames laboratoriais remotos, por exemplo, é possível realizar testes já na recepção triagem do paciente. Além de facilitar diagnósticos, esse tipo de serviço valoriza o tempo e a experiência do cliente, que sairá do consultório mais satisfeito e disposto a cumprir os horários.

3. Valorize a experiência do paciente

Falando em experiência do paciente, esse é um ponto importante quando se trata de no-show em consultas médicas. 

Criar um vínculo com cada paciente é essencial para diminuir as faltas na consulta médica. Afinal, quando procuram um médico, as pessoas geralmente estão passando por um período de insegurança e fragilidade. 

Faça com que cada paciente sinta-se acolhido e protegido, escute o que ele tem a dizer e preste sempre um atendimento pautado por atenção e empatia. Estes princípios valem para toda a equipe, portanto, todos devem ser recebidos com o melhor atendimento possível. 

Mais uma vez, isso fará com que as pessoas façam um esforço extra para não deixar de comparecer às próximas consultas.

4. Reconheça a pontualidade e seja um exemplo

A classe médica é notoriamente conhecida por seus atrasos. Na maioria dos casos, não é por mal, pois uma consulta médica não tem uma duração específica. Algumas duram mais, outras menos, mas isso pode gerar uma “fila” de pessoas insatisfeitas na sala de espera.

Então, o médico deve fazer o possível para organizar sua agenda e não deixar seus pacientes esperando muito tempo. Ele também deve valorizar os pacientes que são pontuais, chegam na hora certa e não prejudicam a ordem dos atendimentos.

5. Entre em contato com os atrasados e faltantes

Todos os casos de no-show de pacientes podem ser investigados para que sejam evitados no futuro. O contato da clínica com os pacientes é importante até para estreitar o relacionamento com eles.

Então, caso um paciente ainda não tenha chegado para a consulta, entre em contato com ele para entender o motivo da ausência (ou atraso). Faça o paciente perceber que você se importa com ele. E, claro, aproveite para saber se ela gostaria de reagendar a consulta para um outro dia.


Gostou das dicas? Como anda a taxa de no-show na sua clínica? E o que tem feito a respeito disso? Valorize seus pacientes e ofereça consultas mais eficientes com a Hilab. Acesse nossa página de soluções para clínicas e consultórios e descubra como podemos ajudá-lo.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Cayan Fontoura

Cayan Fontoura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *