Festas de fim de ano: confira recomendações para diminuir os riscos de contágio da COVID-19 nas celebrações

Sabemos que o Brasil vive um expressivo aumento no número de casos e de óbitos por Coronavírus. Dados do último Boletim Epidemiológico da doença, publicado pelo Ministério da Saúde em 11 de dezembro de 2020, apontam os Estados Unidos como o país com o maior número de casos acumulados (14.581.337), seguido pela Índia (9.644.222), Brasil (6.577.177), Rússia (2.410.462) e França (2.334.626).

Em relação aos óbitos, foram confirmados 1.528.868 no mundo até o dia 05 de dezembro.

Os Estados Unidos foram o país com maior número acumulado de óbitos (281.186), seguido do Brasil (176.628), Índia (140.182), México (109.456) e Reino Unido (61.111).

Com as festividades de final de ano se aproximando, a preocupação aumenta ainda mais, uma vez que muitas pessoas estão planejando celebrar o Natal e o Réveillon com parentes e amigos.

Para orientar sobre como diminuir os riscos de transmissão da COVID-19 durante este período, a Fiocruz elaborou uma cartilha com as principais recomendações sobre formas mais seguras de celebrar essas datas.

Embora nenhuma medida seja capaz de impedir totalmente a transmissão da COVID-19, você pode diminuir os riscos seguindo essas recomendações. Confira!

Recomendações GERAIS de segurança

  • Sempre que não estiver comendo ou bebendo, use máscara;
  • Guarde sua máscara em um saco ou sacola de plástico quando estiver comendo ou bebendo;
  • Mantenha sua máscara limpa e seca entre os usos: troque sua máscara sempre que ela estiver úmida, suja ou tenha sido usada por muito tempo;
  • Tenha sempre uma máscara limpa extra;
  • Evite aglomerações e mantenha a distância de, pelo menos, 2 metros entre os convidados;
  • Evite apertos de mão ou abraços. Sabemos que é difícil, ainda mais em festas de final de ano, no entanto essa medida é importante diante do cenário atual;
  • Dê preferência a locais abertos ou deixe o ambiente ventilado, abrindo portas e janelas;
  • Evite o uso de ar-condicionado;
  • Durante o evento, lave as mãos com frequência com água e sabão ou use álcool a 70%;
  • Não compartilhe objetos, como talheres ou copos;
  • Após tocar em objetos que estejam sendo compartilhados com outras pessoas (ex: utensílios para servir a comida, jarras e garrafas), lave as mãos com água e sabão ou álcool a 70%.

Recomendações para festividades em casa: ambiente e convidados

  • Limite o número de convidados de acordo com o tamanho da sua casa, permitindo que as pessoas mantenham distância de 2 metros entre si;
  • Oriente seus convidados a levarem suas próprias máscaras. As máscaras são de uso individual e não devem ser compartilhadas;
  • Evite música alta para que as pessoas não tenham que gritar ou falar alto. Isso porque, caso alguém esteja contaminado com o vírus (lembre-se que muitas pessoas são assintomáticas), lançará um número maior de partículas virais no ambiente;
  • Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados;
  • Evite o uso de ar condicionado;
  • Não deixe que os convidados formem filas para serem servidos;
  • Oriente os convidados a não se sentarem todos reunidos na hora da ceia. Organize espaços separados para pessoas que moram juntas;
  • Tenha sabão para lavagem das mãos e papel para secá-las disponíveis no banheiro;
  • Evite o uso de toalhas de pano;
  • Disponibilize álcool em gel nos ambientes;
  • Utilize lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa;
  • Lave as mãos após esvaziar a lata de lixo.

Recomendações para festividades em casa: preparo e forma de servir os alimentos

O ideal é não compartilhar a ceia, sendo preferível que cada um leve a sua própria comida ou bebida. Caso isso não seja possível, siga as orientações:

  • Lave as mãos antes de preparar a comida;
  • Use máscara durante o preparo dos alimentos;
  • Limite o número de pessoas no ambiente em que a comida estiver sendo preparada ou manuseada;
  • Caso ofereça bebidas, disponibilize-as em embalagens individuais (latas ou garrafas), arrumadas em baldes com gelo, para que as pessoas possam se servir sozinhas;
  • Sempre que possível, ofereça condimentos, molhos para salada ou temperos embalados individualmente;
  • Evite o compartilhamento de utensílios para servir a comida;
  • Pratos e bebidas em recipientes não individuais devem ser servidos por uma única pessoa;
  • O responsável por servir a comida deve lavar as mãos antes de servir e sempre usar a máscara.

Quem deve evitar encontros?

Se você vai comemorar o final do ano com pessoas que não moram com você, ou se vai celebrar em um outro local, verifique se você:

  • Está com sintomas relacionados à COVID-19;
  • Ainda está no período de 14 dias desde que teve os primeiros sintomas da infecção;
  • Está aguardando o resultado do exame de COVID-19;
  • Manteve contato com alguém diagnosticado com a doença nos últimos 14 dias.

Se você respondeu SIM para qualquer uma dessas afirmações, mantenha o isolamento domiciliar. Não frequente restaurantes, não convide pessoas para a sua casa, não frequente eventos.

Além disso, existem pessoas que fazem parte do grupo de risco para casos graves de COVID-19. Essas pessoas são as que apresentam:

  • Hipertensão arterial (pressão alta);
  • Diabetes;
  • Asma;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • Doença renal crônica em estágio avançado;
  • Imunossupressão provocada pelo tratamento de doenças autoimunes, como lúpus ou câncer;

Ou que:

  • Tenham idade superior a 60 anos;
  • Fumam;
  • Estão grávidas ou em resguardo;
  • Tenham idade inferior a 5 anos.

Caso você faça parte desse grupo ou more com alguma delas, fique em casa!

Celebre apenas com as pessoas que já moram na mesma casa que você. Proteja você e a sua família neste momento atípico para que festividades como esta possam se repetir por muitas vezes no futuro.

Referências Bibliográficas:

Covid-19: preservar a vida é o melhor presente neste fim de ano. Disponível em: <https://agencia.fiocruz.br/sites/agencia.fiocruz.br/files/u35/_cartilha_cuidados_final-de-ano_2020-12-15.pdf>. Acesso em: 17 de dezembro de 2020.

Assine também nossa newsletter

Receba dicas sobre saúde e novidades do mercado laboratorial antes de todos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Micheli Pecharki

Micheli Pecharki

Micheli é Bióloga e coordenadora de conteúdos na Hilab. Acredita que transformar o conhecimento técnico em algo acessível é essencial para que as pessoas saibam como cuidar mais da própria saúde e vivam, assim, com mais qualidade de vida. É apaixonada por cachorros e escrever e nas horas vagas gosta de estar em contato com a natureza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *